Desigualdade Social – debate entre BNegão e os Seletores de Frequência

As letras politizadas e provocadoras da banda carioca BNegão e Os Seletores de Freqüência embalam as discussões sobre desigualdade social com jovens da periferia nesta edição do Câmara Ligada.
O sexteto formado por BNegão, Paulão Selector, Gabriel Muzak, Nobru e Robson mistura o dub, o rap, o funk e o hardcore com a bossa e o samba para discutir questões como as diferenças sociais, econômicas, de gênero e ainda o acesso dos jovens às políticas públicas, educação e saúde.
A banda debate estes e outros temas com uma platéia composta pelos alunos do Centro de Ensino Médio n.º 304 de Samambaia, cidade da periferia do Distrito Federal. Para discutir o tema com os estudantes também foram convidados a coordenadora de Ciências Humanas e Sociais da Unesco, Marlova Jozchelovitch Noleto, e o economista e doutor em Sociologia Marcelo Medeiros, do Centro Internacional de Pobreza da ONU.
Para impulsionar as discussões, o Câmara ligada vai mostrar ainda uma reportagem especial sobre a ONG Observatório de Favelas, do Rio de Janeiro.
O Câmara Ligada dá voz aos jovens da periferia. Eles têm oportunidade para falar da realidade de seu dia-a-dia, temas como a falta de educação e formação profissional, a democratização do acesso às políticas públicas e as desigualdades econômicas e sociais.