DESCRIMINALIZAÇÃO DA MACONHA

A maconha é a substância ilícita mais utilizada no planeta. A ONU estima que tenham mais de 180 milhões de pessoas no mundo que usam a erva diariamente. No Brasil, ela ocupa o terceiro lugar em consumo de drogas, atrás do álcool e cigarro. Segundo o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Políticas Públicas do Álcool e outras Drogas do CNPq, são 3,5 milhões de usuários regulares de maconha no Brasil, dos quais 500 mil são adolescentes. A descriminalização da droga é um tema muito polêmico e voltou a ser bastante discutido depois de entrar na pauta de julgamentos do Supremo Tribunal Federal. Mas o que representa a descriminalização da maconha para a saúde e segurança pública do País?

Atração Musical:

 Cae Maia já mostrava sua paixão pela música e pela arte desde pequeno, quando fez sua primeira participação musical no LP “plug” de Renato Matos. No teatro, atuou na montagem de vários espetáculos, foi quando em 2012, juntou o teatro de rua com algumas músicas autorais e lançou-se numa turnê independente com voz e violão pelas ruas de Barcelona, na Europa, e em Moçambique, na África. Em 2014 participou do filme PGM 108 Cae Maia 02“Zirigdum Brasília”, vencedor do 47º Festival de Cinema de Brasília na categoria “melhor trilha sonora”. 2015 é o ano de lançamento do primeiro álbum Cae Maia – Na Rua, com 10 faixas autorais inéditas e participações especiais de Renato Matos, Funk Buia, Lua Gorayeb e Flora Matos.

Convidados:

– Rodrigo Mesquita é advogado, graduado em direito pela Universidade Federal do Piauí e mestrando em Direitos Humanos e Cidadania pela Universidade de Brasília. Membro da Plataforma Brasileira de Política de Drogas, foi representante do Conselho Federal da OAB no Conselho Nacional de Juventude, onde ocupou a cadeira de Segurança Pública e Direitos Humanos. Mesquita representa, ainda, uma das 11 entidades amicus curiae, “amigas da corte”, que dão assistência ao Recurso Extraordinário que está sendo julgado no Supremo Tribunal Federal.

Dep. Cabuçu Borges, do PMDB–AP, além de grande apreciador da cultura, é humorista, comunicador e economista. Borges é contra a descriminalização das drogas, acredita que o Brasil não está preparado para lidar com a descriminalização da maconha. No Congresso Nacional, é titular de comissões como a de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática e da Comissão de Cultura.

O blogueiro desta edição será Glauco Martins, estudante de jornalismo e integrante do Conselho Jovem do Câmara Ligada.

Na plateia: alunos do EDUSESC de Taguatinga, alunos do programa Pró-Adolescente da Câmara dos Deputados e integrantes do projeto Jovem de Expressão.