Consumo de Álcool entre os Jovens

O consumo do álcool nunca foi problema exclusivo dos adultos. Os jovens brasileiros também estão sujeitos às terríveis consequências do uso indiscriminado de bebidas alcóolicas (dependência, aumento da agressividade, vulnerabilidade, riscos quando se está dirigindo, entre outros).

O último Levantamento Nacional sobre o Uso de Drogas, realizado pelo Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid) e pela Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), revela que o consumo de álcool por adolescentes de 12 a 17 anos já atinge 54% dos entrevistados e desses, 7% já apresentam dependência. O estudo foi realizado em 2004 e mostrou que entre jovens de 18 a 24 anos, 78% já fizeram uso da substância e 19% deles são dependentes.

06-12-2013 Luis Macedo  (27)

Debate sobre o consumo de álcool entre os jovens. Fotógrafo: Luis Macedo

Para discutir sobre o tema o Câmara Ligada convidou o deputado DR. CARLOS ALBERTO (PMN-RJ) formulador e ex-coordenador Geral da Operação Lei Seca, a Psicóloga TATIANA AMATO, membro da Associação Brasileira Multidisciplinar de Estudos sobre Drogas – ABRAMD e a coordenadora da CUFA (Central Única das Favelas) em Paraisópolis São Paulo CLAUDIA RAPHAEL,  que trabalha com ações de prevenção e conscientização sobre o consumo de álcool entre os jovens e é participante do projeto “Jovens de Resposa” da Ambev.

Os especialistas concordaram que o consumo de álcool é nocivo aos jovens e geram muitos impactos negativos. De acordo com a Tatiana Amato as bebidas na adolescência podem  prejudicar o desenvolvimento cerebral e favorecer a dependência. O que gera preocupação, já que as pesquisas apontam que os jovens começam a beber cada vez mais cedo. 

O deputado Dr. Carlos Alberto reconhece o problema e critica a estratégia publicitária usada pela industria de bebidas alcoólicas, que induz o jovem a beber quando  alia o álcool à beleza, ao sucesso e a felicidade. O que, inclusive, é proibido pela  Lei nº 9.294 que regulamenta a propaganda de bebidas alcoílicas. O deputado também concorda que faltam políticas públicas voltadas a esse tema de extrema importância, já que afeta a vida de milhares de brasileiros. De acordo com ele, o uso indiscriminado do álcool é responsável por, em média, 60 mil mortes e  500 mil feridos  por ano. Para Cláudia Raphael o assunto deve ser amplamente debatido pela sociedade, sempre aproximando o jovem do tema e mostrando outras alternativas de diversão.

06-12-2013 Luis Macedo  (6)

Platéia do Câmara Ligada – Escolas: Programa JOVEM DE EXPRESSÃO – CUFA-DF e EDUSESC – EDUCAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO – unidade TAGUATINGA NORTE
Fotógrafo: Luis Macedo

E por falar em diversão, quem animou a platéia do Câmara Ligada foi a banda SURF SESSIONS. Composta por seis músicos, o grupo possui grande versatilidade já que conta com quatro vocalistas que se alternam durante os shows. Como o próprio nome sugere, a principal tendência musical do grupo é a surf music – uma mescla sonora que permuta entre o reggae, ska, rock e hip-hop. Os integrantes da banda são: Rafael Monte Rosa (guitarra/voz), Felipe Maguin (baixo/voz), Renato Azambuja (percussão/voz), Felipe Bittencourt (violão/voz), Júnior Fernandes (bateria) e Jorge Bittar (teclados).

06-12-2013 Luis Macedo  (32)

Banda Surf Sessions
Fotógrafo: Luis Macedo

06-12-2013 Luis Macedo  (35)

Surf Sessions – Felipe Bittencourt
Fotógrafo: Luis Macedo