O jovem brasileiro tem fome de quê?

O jovem brasileiro tem fome de quê? Os pais costumam incentivar refeições saudáveis, mas o senso comum diz que os jovens preferem comida fast food. Será que a comida rápida é mesmo a preferência nacional? O que determina o que o jovem escolhe para comer? Somente o sabor? Ou ele faz escolhas baseadas no custo das refeições e no tempo que dispõe para comer, entre uma atividade e outra?

Cada vez mais jovens têm adotado o vegetarianismo como forma de vida. E muitos buscam refeições menos calóricas e gordurosas, querendo espantar o fantasma do excesso de peso. Mas as preocupações com a alimentação devem ser pautadas somente pela questão de ser ou não ser gordo? Os jovens, ainda em fase de crescimento, precisam de uma alimentação diferenciada? Aqueles que vivem nas cidades grandes se alimentam como os jovens do interior? E os hábitos regionais, ainda são valorizados? Os cardápios das cantinas escolares ajudam ou atrapalham a manter uma alimentação equilibrada?

Quem opinou sobre o tema foram os alunos do Colégio Sagrada Família, Colégio Mont Blanc e Centro Educacional Maria Auxiliadora, que puderam fazer perguntas para o deputado federal Rogério Carvalho (PT-SE), para a pediatra Maria Cristina Caetano Kuschnir e para a nutricionista Isis Moreira.A conversa é embalada pelas canções de Cícero.

Bloco 1 (download)

Bloco 2 (download)

*link alternativo para visualização: Youtube