Bastidores: Debate quente

Geral assistiu o VT sobre a carreira de Mv Bill que é o homem do social na Cidade de Deus.

Depois disso começa o debate:

Como foi a recepção dos traficantes nas gravações de Falcão?

Mv Bill: Fui muito bem recebido pelas comunidades, até mesmo com festa.

E sua família, como reage em relação ao preconceito da cultura “Marginal” ?

Mv Bill: A fama no Brasil muda a mente do público, a pessoa fica “INCOLOR”. Hoje sou aceito pela fama.

Uma estudante de produção de mídia da CUFA (Central Única das Favelas) pergunta a Kmila sobre o machismo na cultura nacional. E como a irmã e parceira de MV Bill enfrenta isso sendo cantora de Rap. Kmila responde, “é novo, mas agora saímos de coadjuvante para frente dos palcos”.

Um VT apresenta a periferia de Brasília e a juventude presente se manifesta. O pessoal comenta no fundo, em cochichos, a identificação com as comunidades: Santa Maria e Ceilândia. Surge a discussão sobre favela e periferia, existe alguma diferença?

Outro convidado, João Wainner, comenta sobre seu filme “PIXO”, que aborda a rotina da pichação em São Paulo.

Blogueiro Ramon Ribeiro