Qual o rumo das escolas?

O ensino é prejudicado pela violência nas escolas. Adultos e jovens não se entendem, e o entendimento do que acontece, fugindo do senso comum, é necessário para a solução do problema.

O modelo engessado de escola que temos hoje pode ser revisto e repaginado pelos próprios alunos por meio de grêmios e organizações estudantis.

A escola deve ser um ambiente agradável e acolhedor, que ofereça também opções de lazer.

A violência cotidiana, dos preconceitos, é a mais grave das que pode acontecer dentro de uma escola.

Esse tipo de violência sempre houve, em maior ou menor grau, mas agora, com a democratização das mídias, tudo fica mais claro e aos olhos da sociedade.

O papel dos professores

O jovem de hoje é diferente do de antes, mas o professor parece não ter acompanhado o ritmo de evolução. Isso contribui para a insubordinação dos alunos, que não engolem mais um “porque não”.