Primeiro bloco – A periferia chega no Câmara

“É dia a dia, é dia a dia da periferia.
E todo mundo dizendo: ‘Ohhhhhh’, ‘Liberdade’, ‘Igualdade’ e ‘Paz na periferia’.” 

Imagem 064Genival Oliveira Gonçalves, o GOG, e a banda MPB Black cantando e todo mundo levanta pra bater palma e cantar junto. O estúdio que tava uma geladeira, agora tá pegando fogo. A Evelin deu um alô pra galera. E tudo vibra com os acordes e as batidas no prato pelo baterista. A banda é grande, nove componentes tirando o resto da equipe. E “huuuuuu”, todo mundo bate palma. E GOG pergunta quem é da periferia e os alunos de Santa Maria representam a cidade.

GOG acabou de lançar o DVD Cartão Postal  Bomba! que foi visto por milhares de pessoas na internet. Também ganhou como o melhor DVD de rap com a música: “Brasil com P”, que teve a participação da Maria Rita. Principalmente quem é aqui de Brasília precisa saber o que os artistas de rap da cidade estão fazendo e, hoje, GOG é o maior representante.

GOG diz que não faz um show e sim uma celebração. Porque você é respeitado, deixa saudade e olha no olho das pessoas. Tudo a ver com o nosso tema hoje. Alisson, um participante da platéia, pergunta sobre como GOG ajuda os menores grupos da periferia, e o cantor conta como ajuda , afinal, uma andorinha só não faz verão. Ele não acredita na revolução de um homem só, precisa de ajuda. E GOG canta a música da nossa Ponte JK. Uma boa crítica política que precisa ser pensada, afinal, nós, a juventude que escolhemos os políticos que construirão as nossas pontes.

GOG finaliza: Cada coração presente não pode estar ausente.
Dá-lhe GOG!

Postado por: Clara Vieira.