Mulheres de atitude?

Ter atitude não é fácil para ninguém. Dependendo da época, do meio social e da cabeça de cada uma o desafio pode ser mais ou menos díficil.

Será que, como Dorothy Stang, enfrentar grileiros no interior do país em nome de um ideal é ter atitude?

Será que, como Carmem Miranda, levar ao mundo um jeito diferente de cantar e disseminar a cultura de um país é ter atitude?

Será que, como Simone de Beauvoir, criar uma nova forma de enxergar o mundo e o pensamento é ter atitude?

Será que, como Adélia Prado, iniciar uma carreira literária aos 40 anos de idade é ter atitude?